Extras


Um Favor Especial: Foda com Minha Melhor Amiga!!!

Desliguei o telefone completamente aturdida!
Monica havia me pedido um favor, e que favor...
Ela é uma amiga que tenho, a chamo carinhosamente de pimentinha.
Ela é clara, mignon, seios fartos, cabelos compridos castanhos, olhos verdes e seu apelido é Fartura..rsrs pois tem uma bunda!
Casada, profissional liberal e mãe.
Mas tinha um grande desejo e me revelou...queria transar com uma mulher. Era o seu maior sonho!

Logicamente não esperava receber um convite assim, mas eu entendia suas razões. Ela não queria se envolver, pois é casada e tinha medo das conseqüências futuras. Havia beijado uma garota em uma boate uma vez, mas a garota estava bêbada, por este motivo, não teve coragem de ir em frente.

Fui para sua casa, seu marido havia viajado e as crianças estavam em férias escolares na casa da avó. Eu estava sem namorado dando um tempo...como dizem. Cheguei em sua casa e ficamos conversando banalidades.

Eu estava com uma taça de vinho na mão quando ela me perguntou:
- E aí amiga, você topa mesmo??? - ansiosa ficava mexendo sem parar em uma delicada pulseira de ouro.
- Claro, amiga é para essas coisas...

Ela se aproximou de mim e sentou ao meu lado no sofá. Carinhosamente fui aproximando meu rosto do dela e começamos a dar bitocas nos lábios uma da outra. Com isso, nos aproximamos mais e logo senti sua língua provocar a minha. Mordisquei seu lábio inferior, passei a língua delicadamente em seus lábios até que começamos a nos beijar. Sentindo o gosto uma da outra. Seus seios fartos pressionavam os meus médios e redondos... Senti sua mão apalpá-los e seu polegar dedilhar meu bico que logo ficou enrijecido.


Nossos suspiros e respirações começaram a ficar ofegantes.
Mordisquei seu pescoço e fui descendo, afastei o decote da túnica longa que ela usava , tirei um seio farto e comecei a lambe-lo e sugar o bico. Senti minha umidade molhar a calcinha.
Nos afastamos apenas para tirarmos as nossas roupas e em seguida nos abraçamos.

- Ah, Ayeska...agora entendo porque você é tão requisitada pelas mulheres, seu cheiro, suas mãos...hummm... você tem um sabor tão gostoso, amiga. - ela suspirava e com as mãos apertava minha bundinha redonda.
- Ah, pimentinha, não fale isso..rsrs Você também é muito gostosa e não entendo como nenhuma mulher conseguiu tirar casquinha de vez, de voce.

Uma das minhas coxas enfiou-se entre suas pernas e senti sua xoxota esfregar na minha perna. Ela dava palmadinhas na minha bunda.

- Ahhh... Ayeska safadinha..que bunda gostosa de bater...rsrs

Nossos seios esfregavam-se uns nos outros, bicos com bicos e o tesão tomava conta. Estava muito gostoso...
Monica me levou para o seu quarto onde deitamos num 69, onde começamos a lamber as coxas, ventre, até chegar na xoxota uma da outra.


Com os dedos separei os grandes lábios e enfiei a língua; lambi e suguei seu grelo. Enfiei a língua dentro da xoxota molhada e fustiguei como se um pequeno membro a estocava.
Monica fazia o mesmo em mim...Meu mel já escorrendo em sua boca.
Ela rebolava e arremetia sua xoxota mais e mais na minha boca.
Enquanto beliscava a polpa da minha bunda.

- Ahhh... que delícia...ahhh... Ayeska vou gozarrr...aaa...mmm...-senti minha boca se fartar com o gozo de Monica.
Com os corpos suados, nos abraçamos e beijamos.

Eu não busco apenas prazer, eu adoro dar prazer...adoro ver a pessoa gozar.E Mônica correspondia as minhas expectativas e como gozava.
Monica me apertava, foi em direção dos meus seios e sugou um dos mamilos. Sugava meus bicos como um bebê esfomeado enquanto seu dedo dedilhava meu grelo. Minha xoxota contraindo de puro tesão.

Deitada de bruços fui beijando suas pernas, coxas, abri as polpas fartas da sua bunda e passei a língua do anelzinho do seu cuzinho até a xoxota que ela já esfregava na cama. Enfiei um dedinho no seu anelsinho lubrificado com seu gozo. Ele apertava meu dedo, enquanto ela gemia sem parar. Nossos corpos suados.

- Hummm....ohhh... mais Ayeska...ohhh... que loucura...
Ela virou de barriga para cima e a montei de uma forma que comprimia meu ventre no seu, a sensação que me percorria era prazerosa. Ela dava palmadinhas em minha bunda e me chamava de " putinha safada, sacana, tesuda..." Nossos movimentos em um vai vém alucinante.

 
Sentamos na cama e entrelaçamos nossas pernas, xoxotas com xoxotas, grelo com grelo e começamos a nos esfregar e arremeter uma na outra com movimentos ritmados e precisos. Só uma mulher transando com outra sabe que delícia que é uma briguinha de aranhas.
A aranha de Monica era com pelos mas bem aparados e baixinhos. Os meus nem existiam...eu sou depiladinha.

- Ohh.....maisss... Ahhh...mmm...- e gemíamos cheias de tesão.
Sentia minha xoxota piscar, latejar e o gozo veio junto com o de Mônica. Ficamos deitadas após mais um gozo. Olhamos uma para outra e sorrimos. Ela pegou minha mão e apertou entre as suas.

Seu olhar brilhava de contentamento.
Nos beijamos e subitamente ela me deu um sorriso maroto.
- Ahhh... Ayeska safadinha, foi maravilhoso...quando faremos novamente???

Escrito por Ayesk@

16 comentários:

  1. hummmmm querida...fiquei...duro...
    mas que delicia de texto este...
    beijos gulosos em vc querida...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs É um conto antigo, Candy Candy...
      Mas, fico feliz que tenha gostado...rs

      Beijos doces!

      Excluir
  2. A safadinha é danada
    Para aquela brincadeira
    De Fartura apelidada
    Que doçura aquela maneira.

    Num vai e vem sem parar
    Até quando acabar a tesão
    Toda a noite se calhar
    Com prazer continuarão!

    Desejo boa noite
    e muitos beijinhos
    para as safadinhas.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Edu, tudo bem?

      Pois é...adoro travessuras rsrs

      beijos doces e obrigada pela visita, gosto de te ler!

      Excluir
  3. ... Este foi quente! .... Fotos maravilhosas e GIF ...

    Paz e amor
    1ManView

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...ainda fiquei em dúvida quanto as imagens...
      Que bom que gostou, 1MANVIEW...
      Obrigada pelo carinho e volte sempre!

      bjs doces, paz e Carpe Diem!

      Excluir
  4. Como esse mel deve ser gostoso!

    Beijos ternos
    Bela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Bela, obrigada pelo comentário.
      Aaa esse mel com certeza é rs

      Beijos doces como mel rs

      Excluir
  5. Isso é que eu chamo de desejos escondidos....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs Obrigada por sempre comentar, Amor a Base de Tudo...
      Acredito que todos nós temos desejos escondidoas, não?

      beijinhos!!!

      Excluir
  6. Ayesk@ mais uma vez um maravilhoso conto ou relato, mas que me deixa muito feliz em sempre estar aqui na casa espero vocês no meu espaço.

    Beijos do Lord

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LORD AMOROSO, obrigada pelo carinho e volte sempre!

      Logo a ruivinh@ visitará seu espaço, obrigada pelo convite a nós da Casa de Anita.

      Beijos doces,

      Excluir
  7. Que delicia..Adorei.Lembra muito em alguma coisa que passou na minha vida rsrs.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deisinha, que bom que gostou miguxinh@!!! E espero que seja boas lembranças rsrs

      bjs doces,

      Excluir
  8. Filhot@!

    Conto antigo...
    Na epoca q Mamys num xeretava, neh?

    ~.*

    ResponderExcluir
  9. Mamys...um dos primeiros rsrs
    Verdade, quando Mamys Sophys, lindona que amuuuu não olhava rsrs
    Agora é só fechar os olhinhos Mamys!!!

    Bjs doces da sua filhot@!! Te amuuuuuuuuuuuuu

    ResponderExcluir

As moradoras da Casa de Anita, deliram de prazer com o seu comentário...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...